sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Dia da Consciência Negra - Black Conscience Day


Finalmente chegou!
É 20 de novembro, feriado que para mim é celebrado de modo quase religioso.
É tempo de lembrar a luta de Zumbi, herói homenageado nesse dia, por sua resistência e liderança no quilombo dos Palmares, uma comunidade forte que agregava aqueles que chegavam a procura de abrigo.
Mas mais do que isso, é tempo de celebrar nossos heróis anônimos, os meus, os seus e os nossos.
Aqueles que labutaram pra nos permitir andar na rua de cabeça erguida. Aquelas que tiveram e ainda tem que lavar muitas privadas para colocar comida na mesa e que muito antes do mundo falar em mulheres no mercado de trabalho, já realizavam jornadas, duplas e triplas, cuidando de seus filhos e dos filhos de seus senhores.
Aqueles que vieram acorrentados nos porões dos navios, mas que chegaram aqui de cabeça erguida, sem permitir que o sofrimento da escravidão tirasse o que eles tinham de mais importante, o orgulho de sua terra natal, Mãe África!
A mesma mãe, berço da humanidade, que muitas vezes é vista por nós como algo exótico, com olhares cheios de preconceito, mas que nos trouxe a força, a ginga, a música, a espiritualidade e muito mais.
É tempo de lembrar, honrar e por a mão na consciência, pensar o que nós temos feito para mudar não apenas a nossa realidade, mas também a dos irmãos ao nosso redor. Para tornar conscientes aqueles que ainda estão vedados com a venda do sistema, que ainda acreditam em histórias da carochinha sobre uma tal democracia racial.
Por isso, convido a todos que lerem esse post a realizarem comigo uma homenagem aqueles que vieram antes de nós.
Vou começar uma lista aqui, com nomes de líderes negros e também de anônimos, que acredito mereçam ser honrados apenas pelo fato de SER, negro.
E se vocês puderem façam o mesmo em seus comentários. (Para os que não são brasileiros, ponham nomes de líderes em seus países, afinal a diáspora tem que estar unida).

Axé – Valeu Zumbi sua luta ainda está viva dentro de nós

Jesus Cristo, Zumbi dos Palmares, Dandara, Nzinga, Luiza Mahin, Luiz Gama, Machado de Assis, João Cândido, Tia Ciata, Abdias do Nascimento, Milton Gonçalves, Carolina Maria de Jesus, Wilson Simonal, Anastácia, Silvéria, Regina, Tia Ida, Chica Xavier, Ruth de Souza, Léa Garcia, Mano Brown, ...



Finally arrived!
It's november 20, holiday which is celebrated for me in an almost religious way.
It’s time to remember the fight of Zumbi, hero honored at this day, for his resistance and leadership in the quilombo of Palmares, a strong community which used to join all that that came looking for a shelter.
But more than this, it’s time to celebrate our anonymous heroes, yours, mine and ours.
Those that worked to let us walk with our head up.
Those that had and still have to clean a lot of toilets to bring food for the table and that a long time before the world talk about women in the job market used to realize double and triple work journeys taking care both their own kids and also their lords kids.
Those that came chained at the ships’ holds, but arrived here with their heads up, without let the suffer of the slavery, to take the most important thing that they have, the proud of their motherland, Africa!
The same mother, birthplace of the humanity, that is often seen as something exotic, with eyes full of prejudice, but which brought us strength, the waddle, the music, the spirituality and much more.
It’s time to remember, to honor, and put our hands on our conscience, to think about what we have been doing to change not only our own reality but also the reality of the brothers around us. To make more conscious those who still are blinded with the system band, and still believe in fairy tales about a certain racial democracy.
For this reason, I invite you all that are reading this post, to realize with me, a honor for those who became before us.
I’m going to start a list here, with names of black leaders and also anonymous black people, that I believe deserves to be honored just in reason TO BE, black.
If you can, do the same on your comments. (To those who aren’t Brazilians, you can put names of leaders on your country, cause the diaspora needs to be unify).
Asé – Thanks Zumbi your struggle is still alive inside us

Jesus Cristo, Zumbi dos Palmares, Dandara, Nzinga, Luiza Mahin, Luiz Gama, Machado de Assis, João Cândido, Tia Ciata, Abdias do Nascimento, Milton Gonçalves, Carolina Maria de Jesus, Wilson Simonal, Anastácia, Silvéria, Regina, Tia Ida, Chica Xavier, Ruth de Souza, Léa Garcia, Mano Brown, ...

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Ausência / Abscense

Gostaria de me desculpar pela falta de posts recentes aqui. Estou focada em meu trabalho da pós graduação e o tempo anda escasso. Prometo que assim que possível publico um texto fresquinho.

I would like to say I'm sorry cause I don't put a recent post here. I'm focus on my research for my grad course and my time is rare. I promisse you all as soon is possible I'm going to publish a new article here.